Portal da Cidade Douradina

ALERTA

Diretora do Ceebja Douradina têm número do celular clonado

A professora Francys Paula divulgou o crime nesta quarta-feira (7), em suas redes sociais; PM faz recomendações para evitar o golpe.

Postado em 07/04/2021 às 20:47 |

O número de celular da diretora do Ceebja Douradina, professora Francys Paula, foi clonado. O fato foi divulgado nas redes sociais, nesta quarta-feira (7), pela própria professora e por amigos dela.

Francys Paula pediu ao Portal a divulgação de um alerta para que seus contatos não depositem nenhuma importância em seu nome, pois trata-se de golpe. Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso será encaminhado para a Delegacia de Umuarama.

O Portal entrou em contato com a Polícia Militar de Douradina, buscando um posicionamento e dicas de segurança para a população evitar esse tipo de crime.

De acordo com o Comandante da PM, Sargento Ronaldo Oliveira, nos últimos dias houveram vários registros de clonagem de celular na cidade. A orientação é para que as pessoas adotem medidas de segurança dentro do próprio Whatsapp, inserindo senhas, e evitando utilizar o Whatsapp Web em outros computadores, que não sejam de uso pessoal e exclusivo.

"Sempre desconfie de promessas, vantagens imperdíveis, acessando sites e links que muitas vezes são falsos e direcionam a aplicativos que roubam seus dados. É recomendável verificar os dados no Google, evitando acessar diretamente pela mensagem enviada. Além disso, é importante alertar e divulgar em grupos caso ocorra pedido de dinheiro em seu nome”, explicou o Comandante.

A PM ainda aconselha informar o próprio WhatsApp, em caso de perda ou furto do aparelho de celular. Para isso, o usuário deve enviar um e-mail com a seguinte frase no assunto e no corpo do texto: "Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta". Inclua também o seu telefone no formato internacional: +55 (código do Brasil), o DDD de sua área e o número do celular. O endereço de destino é o support@whatsapp.com

ART. 154-A) A Invasão de dispositivo informático é crime formal (ou de consumação antecipada), que se consuma sem a produção do resultado naturalístico consistente na efetiva obtenção, adulteração ou destruição de dados ou informações da vítima, que se houver, constitui no simples exaurimento do crime. Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">