Portal da Cidade Douradina

NEGOCIAÇÃO

Procon promove mutirão de renegociação de dívidas

Ação será exclusivamente pela internet, pela plataforma de solução de conflitos consumidor.gov.br, que permite registrar uma reclamação sem sair de casa.

Postado em 20/05/2019 às 10:37 |

(Foto: Reprodução/ Consumidor.gov.br)

Começou nesta sexta-feira (17) o mutirão online de renegociação de dívidas do Procon Paraná, que vai até o dia 31de maio. A ação será exclusivamente pela internet, por meio da plataforma de solução de conflitos consumidor.gov.br, que permite ao consumidor registrar uma reclamação sem sair de casa. O Procon é um órgão vinculado à Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

De acordo com a diretora Claudia Silvano, a iniciativa de fazer a ação através da plataforma busca atender todos os consumidores do Estado, especialmente os que residem em municípios onde não existem Procons, além de facilitar a vida do consumidor, que não precisa se deslocar para negociar suas pendências financeiras.

“Acreditamos que esse mutirão pela internet vai incentivar as pessoas a negociar suas dívidas e sair dessa situação que causa diversos transtornos na vida de qualquer cidadão, muitas vezes motivada por fatores como uma doença na família ou desemprego”, disse Cláudia.

Para o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o momento para fazer esse mutirão é o mais apropriado, já que muitos consumidores estão numa situação de endividamento e buscam um auxílio do Procon-PR para regularizar sua situação financeira.

Para participar do mutirão basta fazer o registro na plataforma consumidor.gov.br, relatar o problema, informando que deseja participar do mutirão de renegociação de débitos. Após finalizar o registro, o banco ou instituição financeira tem o prazo de 10 dias para apresentar uma proposta ou resposta para o consumidor.

No momento do preenchimento do registro, é imprescindível que o consumidor informe corretamente seus telefones e e-mail para contato, pois esses dados facilitarão o atendimento por parte dos bancos e instituições financeiras participantes. Terminado o prazo para resposta do fornecedor, o consumidor tem o prazo de 20 dias para avaliar o retorno dado.

Fonte:

Deixe seu comentário