Portal da Cidade Douradina

investigação

Câmeras de videomonitoramento ajuda polícia a solucionar crime em Douradina

Através das imagens foi possível identificar um homem suspeito de furtar uma bicicleta nesta segunda-feira (17). Segundo a PM, ele foi preso.

Postado em 19/06/2019 às 13:34 |

Nas imagens é possivel ver um homem empurrando uma bicicleta que havia sido furtada. (Foto: Divulgação/PM Douradina)

O sistema de videomonitoramento vai completar dois meses de funcionamento em Douradina e atualmente é considerado uma das ferramentas mais importantes de auxílio às forças de segurança da cidade. No inicio da semana as imagens ajudaram a policia militar a desvendar o furto de uma bicicleta. Na ocasião um homem foi identificado e preso pelo crime de receptação.

Segundo a Polícia Militar, a bicicleta havia sido furtada no quintal de uma residência, na manhã desta segunda-feira (17). Após buscas nas gravações das imagens das câmeras de segurança instaladas no município foi possível identificar o suspeito de ser o autor do furto.

Veja abaixo o momento em que o homem passa com a bike na Av. Barão do Rio Branco.

Ainda de acordo com a PM, o homem negou a autoria do furto e relatou que comprou a bicicleta de outra pessoa em Douradina.

Em entrevista ao Portal da Cidade o Sargento Ronaldo disse que o suspeito veio da cidade de Curitiba e estava prestando um serviço na área rural. A polícia identificou a localidade, foi até o local, recuperou a bicicleta e prendeu o homem em flagrante pelo crime de receptação.

Ele foi encaminhado para a 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, onde permanece à disposição da Justiça. Já a bicicleta foi devolvida ao proprietário.
Ronaldo Oliveira / Comandante da PM de Douradina

Douradina Segura!

Essas câmeras instaladas no município nos ajudou a desvendar esse crime e auxiliar nas investigações de outras situações que ocorreram na cidade. É uma ferramenta que veio pra auxiliar o nosso trabalho e está dando frutos para o serviço policial.

Ronaldo Oliveira / Comandante da PM de Douradina


Fonte:

Deixe seu comentário