Portal da Cidade Douradina

HOSPITAL CEMIL

Umuarama ganhará reforço em número de leitos de UTI destinados à covid-19

Serão mais 10 leitos de UTI e 14 leitos de enfermaria, que já estão em processo adiantado de credenciamento junto à Sesa.

Postado em 03/07/2020 às 11:15 |

(Foto: Danilo Martins)

O prefeito Celso Pozzobom visitou o Hospital Cemil no último domingo, ao lado da secretária municipal de Saúde, Cecília Cividini, para conhecer a estrutura que a casa de saúde montou para oferecer mais leitos destinados ao internamento de pacientes com covid-19 à central de regulação da 12ª Regional de Saúde, responsável pelo atendimento a 21 municípios da região de Umuarama.

A secretária Cecília informou que os leitos estão em processo adiantado de credenciamento junto à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para ampliar a estrutura de atendimento aos pacientes vítimas da pandemia. Serão mais 10 leitos de UTI (unidade de terapia intensiva) e 14 leitos de enfermaria. Segundo o prefeito Celso Pozzobom, o reforço é importante e chega num momento em que os casos têm aumentado consideravelmente na região.  

“Além dos pacientes de Umuarama, a nossa rede hospitalar atende a uma população de quase 300 mil habitantes e o índice de ocupação do hospital de referência para Covid-19 tem aumentando de forma perigosa, nos últimos dias. Nesta quinta, por exemplo, 8 dos 10 leitos de UTI estavam ocupados por pacientes confirmados ou com suspeita da doença”, lembrou o prefeito, que foi recebido pelo diretor do Cemil, o médico João Jorge Hellu.  

Pozzobom e Cecília elogiaram a estrutura e agradeceram o empenho e investimentos do hospital para se colocar à disposição, e também à direção da 12ª RS, Viviane Herrera, e ao governo estadual pela agilidade em ampliar a oferta de leitos “num momento em que a pandemia se aproxima do limite da capacidade de atendimento na rede pública local”, disse o prefeito. “Precisamos reforçar os cuidados para evitar que o índice de internamento aumente, mas é bom saber que se houver necessidade teremos mais leitos disponíveis para prestar o socorro adequado à população”, completou.

Fonte:

Deixe seu comentário