Portal da Cidade Douradina

PR-082

Tráfego sobre a ponte do Rio da Anta é liberado em meia pista

Rodovia entre Douradina e Santa Felicidade foi liberada na manhã deste sábado (30). O trecho também está recebendo serviços de recapeamento asfáltico.

Postado em 30/03/2019 às 13:34 |

DER priorizou os serviços essenciais para garantir a desobstrução segura do trecho. (Foto: AEN)

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) liberou na manhã deste sábado (30) o tráfego sobre a ponte do Rio da Anta, na PR-082, entre Douradina e o distrito de Santa Felicidade. O local estava totalmente interditado desde 7 de janeiro, quando parte do pavimento da cabeceira da ponte cedeu na altura do km 568 devido às chuvas.

A interrupção do tráfego foi decidida por questão de segurança. Na sequência, técnicos do DER fizeram o levantamento topográfico, o projeto básico e o orçamento da obra. Devido à urgência do reparo, houve dispensa de licitação emergencial e, em 12 de fevereiro, foi dada a ordem de serviço para a empresa contratada iniciar os trabalhos no local.

A prioridade foi para os serviços essenciais para agilizar a liberação do tráfego em condições seguras. Com objetivo de evitar nova erosão, foram cravados perfis metálicos na cabeceira, também preenchida com pedras detonadas. Sobre esse material, foi executada a pavimentação asfáltica nesta sexta-feira (29).

O DER-PR ressalta que, mesmo com a desinterdição do trecho, a obra terá continuidade às margens da rodovia, com plantio de grama, implementação do sistema de drenagem e reforço da sinalização viária nas imediações da ponte. Com investimento previsto de R$ 1 milhão, a previsão é que todos os serviços serão concluídos em junho.

DESVIO – A interdição da ponte aumentou em 58,5 quilômetros o percurso entre Douradina e o distrito de Santa Felicidade. Pela PR-082, o trajeto tem 11,5 quilômetros. A rota alternativa era seguir até Maria Helena pela PR-680 e acessar a PR-482 em direção a Nova Olímpia, para então retornar a Santa Felicidade. De Santa Felicidade para Douradina, era feito o caminho inverso.

CONSERVAÇÃO - Além dos reparos na cabeceira da ponte, o trecho também está recebendo serviços de um contrato do Programa Estadual de Recuperação e Conservação de Estradas (PERC). Estão programados reparos localizados e a aplicação de uma camada de microrrevestimento nos 11,5 quilômetros entre Douradina e Santa Felicidade.

Fonte:

Deixe seu comentário